Tudo o que você precisa saber sobre porcelanato retificado

O que diferencia o porcelanato comum do retificado é simplesmente o acabamento. As bordas retas e finas são o diferencial! Isso mesmo, quando o piso tem as bordas arredondadas, é um piso comum.
A precisão está no corte da peça, o que a torna ainda mais refinada. Isso porque a finalização do porcelanato retificado é feita por discos de diamante, que deixa cada piso ainda mais regular e sem a necessidade de retoques.
Essa diferença pode até parecer pequena, mas é na hora da instalação que vemos como pode fazer toda a diferença. O porcelanato retificado, exige menos rejunte do que o piso comum.
São cerca – e apenas – 2mm de dilatação entre as peças. Sendo assim, a junta será a menor dentre os demais tipos de revestimento e em alguns casos quase imperceptível dando a impressão de ser uma piso contínuo.
E esse é o principal atributo que atrai tanta procura por esse tipo de revestimento.

Tipos de porcelanatos
Agora que já sabe que o porcelanato retificado, é apenas sobre o acabamento, é interessante saber que há inúmeros tipos desses mesmo piso.
São mais de 15 modelos distintos, que se diferenciam pela resistência mecânica, resistência a manchas e absorção de água e se é texturizado, ou polido.
Cada uma das opções não existem em vão. São especialmente pensadas e indicadas para cada ambiente e espaço do imóvel, ou negócio.
Por exemplo, para o banheiro e a cozinha, um porcelanato liso ficaria lindo. Mas, precisaria ser resistente a umidades, ou o contrário teria uma vida útil curta.
Já para saunas, área da piscina, a melhor opção, seria escolher um porcelanato forte e abrasivo para que resista a grandes impactos.
Então, antes de escolher o seu, é necessário entender qual é o tipo de porcelanato ideal para a finalidade que deseja.

Tamanho ideal
Outro fator que deve ser considerado na hora de escolher o seu porcelanato retificado, é o tamanho de cada piso.
Existem porcelanatos em diferentes tamanhos, que vão desde 30×60 a 120x120cm. Para definir qual escolher, alguns fatores devem ser considerado, como por exemplo, o tamanho do ambiente.
E na verdade, é muito mais sobre design em si, do que qualquer outro motivo. Se o apartamento for pequeno e receber pisos grandes, o ambiente vai parecer que é menor, do que é.
Mas, para locais com grandes espaço, os pisos grandes dariam um toque ainda mais refinado e sofisticado Então é sobre o seu gosto pessoal.
Escolha por materiais de qualidade.

Qualidade do material
O porcelanato retificado, por si só, já possui um valor considerável. Imagina ter que, de tempos em tempos, trocar um piso ou outro, porque escolheu a opção mais barata que encontrou no mercado.
Algo muito perto do “o barato sai caro” que conhecemos. Então saiba que o piso de uma residência ou negócio comercial, precisa ser escolhido pela qualidade, e não pelo valor.
Lembre-se: o revestimento precisa estar de acordo com o ambiente em que será instalado, e deve suportar o grande fluxo e tráfego de pessoas e objetos.
Se assim não optar, e um dos pisos rachar ou quebrar, você terá que custear e pagar novamente pela compra e manutenção do revestimento.
E é importante ressaltar, que não é fácil encontrar uma peça substituta do mesmo modelo e cor depois de certo tempo. Então escolha materiais adequados e de excelente qualidade.

Vantagens do porcelanato retificado
Além de ser versátil, resistente e com alta durabilidade, o porcelanato retificado serve tanto para áreas internas, quanto externas.
A maior motivação pela sua procura, é a beleza e o charme que dá aos ambientes. Mas optar pelo porcelanato retificado ainda tem outras vantagens!
A primeira é ser um revestimento econômico. Mas olha lá, econômico é diferente de ser barato! Isso porque as peças são mais refinadas, o que acaba aumenta o valor de mercado.
Porém, por exigir um menor espaçamento entres os pisos, não há a necessidade de gastar com outros tipos de materiais, como por exemplo o rejunte.
Outro fator, é que possui fácil manutenção, incluindo o quesito limpeza doméstica e ainda não deixa resíduos após a sua instalação.

Cuidados com o porcelanato retificado
O porcelanato retificado polido tem uma superfície lisa e brilhante, o que torna as peças mais escorregadias que as peças texturizadas. Então, é interessante utilizar o revestimento na decoração de salas de estar, por conta do seu alto brilho e visual requintado.
Contudo, saiba que são peças que demandam cuidados para evitar acidentes. Por exemplo, o porcelanato retificado polido não deve ser instalado em locais próximos as áreas molhadas. Nesse caso, se tornaria um grande ponto de atenção para crianças e idosos.
Como o porcelanato retificado polido também está sujeito a riscos e manchas por conta da umidade, essa também é uma das motivações para evitar aplicá-lo em banheiros, cozinhas, quintais e na área da piscina.

Manutenção e limpeza
A manutenção do porcelanato retificado é fácil e simples: uma vassoura ou uma passada de pano, já resolve.
Mas, a limpeza e o tipo de produto a ser usado é diferente para cada tipo de pisos, considerando as propriedades. Ou seja, para foscos, brilhantes, antiderrapantes, entre outros modelos, há produtos específicos.
Se não se atentar a isso, o seu porcelanato retificado pode acabar ficando manchado ou apresentar aspectos de sujeira se não receberem o uso de produtos corretos na limpeza.